Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Conhece-te.

Faz perguntas a ti mesmo e luta por aquilo que acreditas. Vivemos desde pequenos cheios de riqueza... Nunca nos faltou nada... e agora?
Agora, estas a crescer e sentes dificuldade em entender: a falta de atenção,a destruição mundial,a morte, a culpa, a inveja, e tudo porquê?
Porque eras criança, tranquila e traquina é verdade, mas ingénua, sem noção da realidade.
Na minha opinião conhecemos os outros, mas não a nós mesmos. Não sabemos do que somos capazes... Andamos perdidos. Tudo que faziam por ti, aos poucos deixam de fazer.
Conheceste bem? És supersticioso/a? Se tivesses milionário/a o que faria pelo mundo? Que tipo de amigo/a és? Deixaste dominar pela inveja? Até que ponto és de confiança? Sabes fazer-te respeitar?
Acho que a única maneira de conseguirmos mudar a realidade, passa primeiro por saber quem somos.
Aí sim podemos ter moral. Conhece-te.

Mentiras.

Já reparam que o ser humano é um ser fixe, que quando mente parece que há um sinal que diz que o está a fazer? Em toda a minha vida nunca fui alvo de grandes mentiras, nem nunca menti de algo muito grave. Na minha mente, mentir consiste em dizer algo que não é verdadeiro para não prejudicar o próximo ou para não me prejudicar. No meu caso, utilizo mais a mentira para fazer surpresas e coisas simpáticas para os outros, é uma mentira saudável. Existem pessoas que não perdoam a mentira... Eu tendo em consideração que a pessoa que me mentiu fez-lo para o meu bem não a censuro, talvez porque nunca me mentiram nada muito grave, talvez porque não fui alvo de nenhuma mentira verdadeiramente imperdoável. O que é certo é que quando minto não me sinto bem e acabo por dizer depois a verdade. Acho mais grave mentir para não me prejudicar, visto que, há consequências, no pior dos casos prejudicar outra pessoa. Mentir para não nos prejudicarmos é estúpido, na minha opinião não devemos ter "ver…