Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

The Throwback Tag

Olá, hoje trago uma Tag que já estava a pensar fazer à muito tempo. Como de costume tem que se desafiar alguém a fazer também, e eu vou desafiar a Juliana Rodrigues, deixo aqui o blogue dela:
uma-vida-por-palavras.blogspot.pt
São 15 perguntas sobre a minha infância, espero que se divirtam e se identifiquem um pouco comigo. Encontrei as perguntas em inglês e brasileiro, tentei "traduzir" para português.

As perguntas:

1. Em que ano nasceste?
R: Nasci em 1996.

2.Uma fotografia tua.


3. Quais eram os teus desenhos animados preferidos?
Toda a minha infância vi televisão, a minha casa era conhecida por ter televisão em todas as divisões, menos nas casas de banho. Era muito bom para passar o tempo.
Lembro-me que adorava ver Pokemon, as fadas Winks, Bratz e Tom e Jerry.
Ficava maravilhada com os desenhos animados do Disney Channel, que via ao sábado de manhã. Não tinha o canal, via na Sic.
Lembro-me de ver os desenhos animados do canal Cartoon Network, mas não me recordo de nenhum nome.

Falar, não falar?

A vida social é complica, ser popular nunca foi uma das minhas opções definitivamente. Nas ultimas semanas, ando a deparar-me com situações em que não sei como me comportar. E quando isso acontece eu penso antes de agir e sai asneira porque não sou eu ao natural.
As pessoas que me conhecem, que são minhas amigas, que me tratam bem, dizem que eu tenho um ar engraçado e falo muito sem pensar, tenho a minha graça sem magoar ninguém (sim, quando eu penso antes de falar, sim eu posso-te magoar com uma simples "provação").
As pessoas que não me conhecem, que não lhes mostro o que sou, são capazes de me achar um pouco sem graça, de poucas palavras e senhora do meu nariz. A verdade é que consigo ser isto, porque penso antes de agir, meço as palavras ao milímetro e protejo-me ao máximo com poucos sorrisos.
Depois há as pessoas que entram na minha vida e me conquistam sem eu perceber, acabaram por conhecer a faceta não pensar, começam a achar-me graça e eu devolvo o mesmo carinho, ma…

Sexta à noite #1

Desde pequena fui habituada a passar algum tempo sozinha, tempo esse que me ajuda a por as ideias no lugar e a reflectir sobre o acontece na minha vida.
Como por vezes estou sozinha à sexta à noite, passo este inicio de fim de semana sozinha, por isso, decidi criar uma nova "rubrica" no blogue, Sexta à noite. (que original Catarina)
Pensamentos, segredos, maluquices, dúvidas, o decorrer da minha semana, o que me lembrar.



Ouvi algures que uma mulher só fica realizada na vida quando plantar uma árvore, escrever um livro e tiver um filho. Acho surpreendente, porque há muitas mais situações em que uma mulher se pode tornar realizada. E o homem? Também terá três tarefas definidas para ser realizado? Desconheço, mas talvez sim.
Todavia, hoje queria focar-me no tema "escrever um livro".
Material: Imaginação, Cultura, Tempo, Caneta, Papel, Vontade, Criatividade ...
Procedimento? Não sei. Ando a pensar nisto a tanto tempo. Na escola somos treinados para escrever textos ar…