Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Tag: 50 em 5 minutos

Oi gente :) já nao respondo a uma tag a algum tempo e hoje vim fazer esta, consistem em conseguir responder ao maior numero de perguntas em 5 minutos. Fica aqui a promessa que vou responder apenas o maior numero que conseguir em 50, e avisar apartir de qual comecei a responder depois dos 5 minutos ;) Já copiei as perguntas, bora lá começar! Preparem-se para respostas absurdas, muito pouco tempo para pensar.


1.O que você odeia em você?
Macaquinhos no nariz
2.Peso
51 3.Se você pudesse visitar qualquer lugar no mundo onde você iria e por quê?
Cabo verde ou Amesterdão, porque é lindo. 4.A última coisa que te fez chorar
O medo de perder a minha avó. 5.Se você pudesse voltar no tempo, o que você mudaria?
Algumas atitudes erradas que tive com algumas pessoas 6.Eu não vou morrer sem…
Ir a cabo verde. 7.Quanto tempo você leva para ficar pronto pra sair.
40 min 8.Último lugar que você estava
Na casa da Judite a jantar. 9.Comida favorita Frango 10.Comida que você não come de jeito nenhum
Ervilhas 11.Música do moment…

Um dia...

Tu entendes. A vida não é linear. A simplicidade ajuda e o amor une. O inesperado faz de ti uma pessoa mais sincera. A expetativa desilude-te. A integração resulta sem esforço . Entre ficar em casa ou ir, vai. Dias iguais são chatos. O teu caminho é o que o teu coração diz. Sabes o que fazer, deixa o receio, segue o teu caminho. O teu medo está na duvida e na coragem, mas tu também estas lá. Os defeitos e qualidades são características. Um amigo é um número limitado. Conversar difere de falar. Observar ensina mais que ouvir. A fé encaminha-te. É amor quando te perguntas porquê o torto em vez de direito. O torto é toda a tua opção. Deitar a meia noite é como deitar as nove e meia. A pessoa ao teu lado, tem uma história tão especial como a tua. Os caminhos cruzam e novas histórias aparecem. O amor flui quando o aceitares. A saudade existe sempre que algo se torna tua rotina e sem permitires desaparece. O bom humor contagia. Os objetivos dão trabalho e suor. E vida deixa de ser vida se …

Apenas conversar.

Hoje vim contar-vos um pouco da minha forma estranha de ser. Conheço algumas pessoas com estar forma de viver no mundo e confesso que tenho alguma dificuldade em lidar com elas por serem tão parecidas comigo, com as outras também, mas pronto. Chamo-lhe síndrome da escassez de palavras. Tenho dificuldade em falar com pessoas que falem muito e não sabem ouvir. Gente que gosta muito de falar, que tem assunto sobre tudo, mas só se quer fazer ouvir. Acabo por olhar para o horizonte e responder com poucas palavras monossilábicas. Algumas fazem-me sentir que o que estou a fizer não tem interesse nenhum. Se eu tento criar assunto com alguém e recebo desprezo vou deixar de ter vontade de interagir e comunicar com essa pessoa. Por vezes, tenho alguma vergonha de me mostrar, dá-me para medir as palavras, por não saber exactamente ideia que a pessoa tem de mim ou simplesmente por achar que essa pessoa tem uma ideia errada acerca deste ser, não me sinto à vontade com a pessoa e só me apetece fugi…

TAG: AMIGAS DO CORAÇÃO :)

1. Há quanto tempo vocês são amigas? 
C. Eu não sei se é 2 ou 3 anos, é por aí. Eu diferencio o conhecer do chamar de amiga.
M. 3 anos. FAZ AS CONTAS CATARINA. ai andaste 1 ano a não chamar-me de amiga??? Muito bem !!!!

2. Quando e onde se conheceram? 
M. Quando decidimos jogar matraquilhos na escola.
C. A porta da biblioteca da biblioteca a partir do Filipe e depois fomos jogar matraquilhos.

MILAGRE.

3. Um situação engraçada que passaram juntas? 
C. Esta vai ser interessante.Estudar dentro do carro com vista para o hospital para nos mentalizarmos do futuro.
M. Por incrível que pareça sempre que estamos juntas acontece alguma coisa engraçada. O que me lembro foi precisar de ir a uma casa de banho dentro de um hospital.

MUITO BOM, LEMBRAMO-NOS DO MESMO DIA.

4. Já brigaram e ficaram muito tempo sem se falar?
M. não nós raramente discutimos a sério em todo este tempo só nos chateamos uma vez e ficou logo tudo resolvido.
C. Não, só discutimos com gritos e depois rimo-nos.
M. tu não gritas catarina.
C.…