Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

50 factos sobre mim em 2013.

1. Aproximei-me imenso da minha avó paterna.
2. Comi mais chocolate que nunca.
3. Ando com as unhas das mãos pintadas.
4. Aprendi a "nadar".
5. Consegui tirar 18 e 19 em testes em química, biologia e matemática.
6. Continuo preguiçosa.
7. Não gosto de lavar a loiça.
8. Tenho o constante desejo de comer amendoins com sal.
9. Toda a minha vida fui da turma A, este ano fui parar a E.
10. Continuo desarrumada.
11. Já vejo filmes com legendas, aprendi controlar o sono.
12. Já não me importa agradar a toda a gente.
13. Quando entro na cozinha sem consciência vou direta ao frigorífico.
14. Os meus dotes culinários só são bons em fritos e grelhados.
15. Num casamento fiquei com o ramo da noiva.
16. Não houve um dia que usasse saia.
17. Não saio de casa sem tomar banho.
18. Andei de cavalo.
19. Fui submetida a uma cirurgia.
20. Tive um cão, o Pepe.
21. Ofereceram-me um peixe, o Sapo.
22. Tornei-me uma profissional a conduzir a mota do meu pai, com ele sentado atrás, caso contrario ac…

Amor

Efectivamente somos difíceis. Olhamos para a vida com a tentativa de ter certezas. Percebemos que não a temos. E desistimos, é quase a base de ser adolescente.
"Como é que conseguem?" era a minha questão. Como é que conseguem ter onze , vinte e quatro, cinquenta e dois anos juntos? Não preciso de estar a falar em casamentos. Simplesmente juntos, unidos pelo sentimento, pelo coração. Quer como amigos quer como namorados.
Não sei, mas achava estranho, como é que o "amor" permanece. Tudo parece ter tempo limitado.
 Isto porque, eu realmente nunca soube o que era o amor. A palavra amar tornou-se uma banalidade que na minha cabeça não era mais do que sentir borboletas na barriga. Confundir o gostar, o apaixonar, com o amar.
Para eu gostar de alguém é fácil, basta ter atenção dessa pessoa, preciso de sentir que ela de alguma forma se importa com a minha existência. Depois a parte dos meu cérebro parvo cria a história até aos netos, tirando-me o sono. As hormonas oferece…