Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

16 horas.

Trapalhona é assim que me descrevo.
Não sei que tamanho vai ter este texto, mas se queres saber o que se passa dentro de mim podes continuar a ler.

Em toda a minha vida tive problemas de auto-estima, problemas esses me afetam a nível social como "académico". Fazem parte de mim.
Há muitas de pessoas que me deixaram de falar, umas porque nunca gostaram de mim, outras porque se desiludiram comigo, outras porque acham que os feitios não se unem. Eu compreendo, porque não sou uma peça facil, não sou simpática para toda a gente, faço um esforço gigante para me dar com pessoas que têm os defeitos que mais me desagradam e desisto lentamente de quem desiste de mim.
Até os meus 14, 15 anos poucas pessoas conheciam o meu lado divertido e sem vergonha, sempre fui fechada, deixava-me ficar no meu canto, quando me atacavam não me defendia. E isto reflete-se muito naquilo que sou hoje. Hoje, já sou capaz de responder a quem me provoca e não guardo tudo para mim, mas não a 100%.
Existe um …