Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

Apenas orgulhosa.

Passei um fim de semana complicado, sem saber exactamente o que estava a sentir. Percebi que compreendo melhor o estado de espírito dos outros que o meu. Não sei se estou bem, mal, sei que me encontro sem conseguir controlar o que vou viver. É demasiada informação sem resposta. Gosto de ter as coisas planeadas e a minha vida está tudo menos organizada. Tenho por habito tirar conclusões do que as minhas semanas fora do normal me proporcionam e o que tenho pensado é na forma estranha com que reajo as coisas. Enquanto cá estamos devemos viver realmente, espalhar amor, deixarmo-nos de hipocrisias e falas mansas. De bilhetes pelas costas ou falta de preocupação pelos outros. Este fim de semana percebi que ao estar naquele hospital eu não queria o meu estar mas sim o das pessoas que estavam ali comigo. Percebi que quando alguém morre pensamos na falta que ela nos vai trazer e não no que pude aproveitar com ela enquanto ela cá esteve. Eu não sei o que vai acontecer a minha avó. No meio dist…

Decide por ti!

Os pensamentos fluem assim. Na paisagem do certo e do errado. O bem comum e as leis criadas por pensamentos partilhados. Tudo entre o sim e o não. Faço ou não faço. Ginástica mental, persistente e evolutiva. Dá uma oportunidade a ti e logo vês. Logo evoluis. 


Vontade 'aconchegante'

É difícil usar as palavras quando quero falar de ti. Talvez venhas decifrada em livros de Filosofia ou Citações Espirituais. Peço-te é que não vás. Permanece aqui um pouco mais. Já é tarde, usar os olhos cansa, mas o coração está desperto, por ti, sim tu vontade 'aconchegante'. Incrivelmente não és uma pessoa, objeto, animal ou um sentimento muito bem conhecido e rotulado, és apenas a mistura do resultado de viver sem julgamentos, com amor e esperança em dias, com um sorriso interno, de coração aberto. Aquela sensação de que o que faço é pelo bem sem a mais miserável maldade lá pelo meio. Sem receios, angustias ou medo da resposta, sem perdões ou tentativas de esquecimentos. Praticar ações pela magia, com inocência de ser humano. Fazer o bem sem olhar a quem. Se foi parar ao teu terraço é porque é importante ir ate ti. Foi no teu, não foi noutro qualquer. Já não me sentia assim a algum tempo, finalmente!

11 Factos sobre mim & Tag: 11 Perguntas e Respsotas

Oi :) Encontrei um blogue que respondeu a esta tag, com esta publicação e como não tenho nada para fazer, para passar o tempo e descontrair, vamos ver o que sai daqui.





Vamos aos factos, digo já que não tenho nada planeado ;)
1. Quando tomo café, tenho a mania de deixar a colher dentro da chávena enquanto levo a chávena a boca.
2. Raramente como sopa com sopa. Ou seja, enquanto como a sopa tenho que comer ou beber algo intercalado com as colheres de sopa.
3. Sou muito trapalhona, ainda hoje sem intenção, parti um chuveiro.
4. Apesar de não ver nada com regularidade, gosto muito de ver morangos com açúcar dos antigos.
5. Para mim é mais importante dormir que conviver.
6. Ainda não comecei tirei a carta, mas as vezes gosto de fazer testes na internet e erro sempre por volta de 7.
7. Não ligo muito a elogios de apareceria física, dou mais valor quando elogiam alguma ação ou tarefa minha.
8. Prometi a mim mesma que até ao final deste ano tenho que começar a comer saladas.
9. Consigo acorda…

Incêndios - Fogos Florestais

As pessoas que jantam comigo, que assistem o pequeno espaço de tempo que eu me alimento e ouço as noticias ao mesmo tempo sabem perfeitamente o quanto eu fico furiosa e resmungona com o mundo. Irrita-me perceber que há pessoas que têm o trabalho de se deslocar as florestas e afins com o propósito de as incendiar.  Ao pertencer a esta raça, percebo que todo o ser humano pratica ações para tirar algum prazer delas. E por mais que puxe pelo cérebro, não encontro nenhuma lógica boa ou má de fazer arder as poucas coisas que neste mundo contribuem para o bem.   Espero um dia ter uma conserva com um incendiário para perceber a o motivo desta atitude que prejudica tudo e tanta gente. Tantas campanhas, tantas leis, e mesmo assim todos os anos os meses de Verão em Portugal são representados pelo fogo posto. Os bombeiros a maioria deles voluntários, sacrificam a sua vida, que passam dias e noites a tentar salvar pessoas, animais e vegetação de chamas que provavelmente foram atiradas por pessoas…

Uma semana de Experiências - Voluntariado APN ( 25-31 Julho )

Toda esta aventura começou entre Janeiro ou Fevereiro, quando recebi um e-mail para o mail da universidade a anunciar as inscrições para o voluntariado na associação portuguesa de doentes neuromusculares. Pensei, e voltei a pensar, partilhei a informação com algumas pessoas e acabei por me inscrever sem saber exactamente para onde ía.  Fui seleccionada a cerca de um mês e dias antes de ir, fiquei a saber que uma amiga minha ia também na mesma semana que eu.  Uma semana não chega para sabermos interpretar reações, sorrisos ou maneiras de falar, mas senti que todos nos demos a conhecer. Quando vivemos 24h com as mesmas pessoas seguidamente é impossível não sermos as pessoas que temos na essência.
Fui com o espírito de descoberta e vontade de aprender e foi o que mais fiz. Aprendi tanto com estas pessoas, monitores, voluntários e principalmente com as pessoas que vivem o dia a dia com a doença.
Fui para lá apenas a saber que um doente neuromuscular consegue movimentar-se numa cadeira de…