Pular para o conteúdo principal

87 anos.

A minha avó é uma pessoa especial. Em muitas coisas identifico-me com ela. Está comigo de segunda a sexta e gosta de conversar comigo. Conta-me o seu dia, as coisas que a incomoda ... e aos poucos fui conhecendo-a melhor. Comenta os programas de televisão que assiste comigo e faz-me rir imenso. Tem resposta para tudo. E é muito divertida.
Já a vi várias vezes doente, triste e desanimada com todos os problemas que lhe aparecem. Tem pouca força nas pernas e custa-lhe muito andar. Não teve uma vida fácil, cresceu sem pais. No entanto quando fala  desses tempos fala com um grande sorriso na cara, nota-se que não se arrepende. A sua avozinha.
Muitas vezes lembra-se do meu avô e com o olhar dela percebo que o amor duradouro existe e é capaz de sobreviver eternamente.
Teve muitos filhos, mas só conheci 10. Actualmente são 8 vivos.
A minha avó sabe o que é trabalhar,  dá muito valor ao que é dela porque sabe que lutou para ter.
Não gosta quando os filhos estão chateados, e mesmo com esta idade preocupa-se mais com os outros que com ela mesma.
Hoje, 6 de Abril, faz 87 anos. Nas ultimas semanas pensou muito no bolo que ía levar para o lar. Não o bolo em si, mas a sua quantidade, tinha receio que não chegasse para toda a gente.
Eu e a minha avó temos uma brincadeira, agora sempre que no lar ao almoço tem bananas, ela trás uma para mim porque sabe que eu adoro.
A minha avó é uma pessoa muito querida e merece tudo de bom. Ela diz que vai durar pouco tempo, mas eu acho que não, acho que vai durar muito mais que todo o tempo do mundo. Estou sempre a dizer que ainda vai ao meu casamento.
Espero que esta noite, estejamos todos juntos, todos os seus filhos prontos a mostrar o quando a adoram e precisam dela.
Gosto muito de si avó, obrigada.
Muitos Parabéns!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motivação, Frustração e Conflito.

A motivação é o que leva o sujeito a agir,  a iniciar um ação, continuar ou acabar. É o motor de todos os nossos comportamentos. As atitudes e os comportamentos são determinados pela motivação. Isto é um processo dinâmico, há que ter em conta as diferenças individuais e os motivos que regem as ações das pessoas. Vem da necessidade, da carência e da ausência de, do estado interno da pessoa que resulta dessa necessidade, do impulso que serve para satisfazer as necessidades fisiológicas básicas (como comer, beber, dormir) e do instinto (padrões de comportamento hereditários). A motivação vária com o contexto, tarefa, a orientação e a intensidade. Tem factores intrínsecos (características interiores do individuo) e extrínsecos (ambiente, como frio e sol). Os extrínsecos podem ser factores do acaso, ou seja não planeados ou factores contingentes (previsíveis). Podem ainda ser individuais (relacionados com a sobrevivência não aprendida) ou sociais (aprendidos através das interacções sociai…

Apenas conversar.

Hoje vim contar-vos um pouco da minha forma estranha de ser. Conheço algumas pessoas com estar forma de viver no mundo e confesso que tenho alguma dificuldade em lidar com elas por serem tão parecidas comigo, com as outras também, mas pronto. Chamo-lhe síndrome da escassez de palavras. Tenho dificuldade em falar com pessoas que falem muito e não sabem ouvir. Gente que gosta muito de falar, que tem assunto sobre tudo, mas só se quer fazer ouvir. Acabo por olhar para o horizonte e responder com poucas palavras monossilábicas. Algumas fazem-me sentir que o que estou a fizer não tem interesse nenhum. Se eu tento criar assunto com alguém e recebo desprezo vou deixar de ter vontade de interagir e comunicar com essa pessoa. Por vezes, tenho alguma vergonha de me mostrar, dá-me para medir as palavras, por não saber exactamente ideia que a pessoa tem de mim ou simplesmente por achar que essa pessoa tem uma ideia errada acerca deste ser, não me sinto à vontade com a pessoa e só me apetece fugi…

Retrato da semana #2

Imagem retirada: Facebook - Cifras