Pular para o conteúdo principal

O meu anjo na Terra.

Não sei se hei-de ligar a alguém a desabafar, normalmente é o que faço. Mas hoje é um dia que sinto que os outros também têm os seus problemas e eu não os quero incomodar com a minha falta de espírito. Sei que estariam lá para mim se os chamasse e talvez me fizesse melhor falar do que escrever, mas hoje não. Tenho um mau estar no coração muito provavelmente graças a minhas hormonas e altura do mês que me vão proporcionar. Hoje não me consigo preocupar com a maldade dos outros me possam fazer porque sei que não me vou importar, mas tenho receio da maldade do destino. Ontem fui visitar um pequeno anjo ao lar de idosos, a pessoa que mais me preocupo a face da terra, por ser tão frágil. Por ter sido a irmã que eu nunca tive, por ser a minha amiga das conversas sobre namorados, por ser a minha mãe ao preocupar-se com a minha alimentação e bem estar físico, por ser a minha tia ao dar-me prendas, por ser a minha avó. É o meu modelo a seguir se um dia for avó. Como tem uma certa idade, tenho o verdadeiro medo de a perder. Normalmente dou o dia seguinte como garantido, mas no que toca as pessoas idosas isso não é bem assim. Hoje ela não se encontra bem de saúde, passei o dia todo com o pensamento nela a pedir a falar com Deus, que não, não quero.Tenho pena de ainda não ter conhecimentos suficientes para ajudar.É um pequeno anjo que cá habita, vive sem interesse, vive pelo amor. Deixa ficar por mais tempo. Só tu sabes quanto a adoro e tenho orgulho nela. 

Comentários

  1. Vais ver que vai tudo correr bem, o sentimento que tens é muito muito bonito, e tenho a certeza que ela se sente muito acarinhada por ti, o que lhe dá forças para continuar!

    Beijinhos,
    http://mrswonderlandby2.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas tuas palavras <3
    Beijinhos :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Motivação, Frustração e Conflito.

A motivação é o que leva o sujeito a agir,  a iniciar um ação, continuar ou acabar. É o motor de todos os nossos comportamentos. As atitudes e os comportamentos são determinados pela motivação. Isto é um processo dinâmico, há que ter em conta as diferenças individuais e os motivos que regem as ações das pessoas. Vem da necessidade, da carência e da ausência de, do estado interno da pessoa que resulta dessa necessidade, do impulso que serve para satisfazer as necessidades fisiológicas básicas (como comer, beber, dormir) e do instinto (padrões de comportamento hereditários). A motivação vária com o contexto, tarefa, a orientação e a intensidade. Tem factores intrínsecos (características interiores do individuo) e extrínsecos (ambiente, como frio e sol). Os extrínsecos podem ser factores do acaso, ou seja não planeados ou factores contingentes (previsíveis). Podem ainda ser individuais (relacionados com a sobrevivência não aprendida) ou sociais (aprendidos através das interacções sociai…

Retrato da semana #2

Imagem retirada: Facebook - Cifras

Apenas conversar.

Hoje vim contar-vos um pouco da minha forma estranha de ser. Conheço algumas pessoas com estar forma de viver no mundo e confesso que tenho alguma dificuldade em lidar com elas por serem tão parecidas comigo, com as outras também, mas pronto. Chamo-lhe síndrome da escassez de palavras. Tenho dificuldade em falar com pessoas que falem muito e não sabem ouvir. Gente que gosta muito de falar, que tem assunto sobre tudo, mas só se quer fazer ouvir. Acabo por olhar para o horizonte e responder com poucas palavras monossilábicas. Algumas fazem-me sentir que o que estou a fizer não tem interesse nenhum. Se eu tento criar assunto com alguém e recebo desprezo vou deixar de ter vontade de interagir e comunicar com essa pessoa. Por vezes, tenho alguma vergonha de me mostrar, dá-me para medir as palavras, por não saber exactamente ideia que a pessoa tem de mim ou simplesmente por achar que essa pessoa tem uma ideia errada acerca deste ser, não me sinto à vontade com a pessoa e só me apetece fugi…