Pular para o conteúdo principal

Pensamentos coloridos.


Lidar com dramas não é fácil. A mente é mente porque mente, faz sentido? A minha maior luta nesta vida é lidar com as mentiras da minha mente. Mentiras que me stressam, que me dificultam a respiração e que principalmente por vezes falam tão alto dentro do meu crânio impedem-me de dormir. Quantas vezes já me aconteceu imaginar a situação três ou mais vezes pior do que é realmente. Criar discursos que depois não uso. Por vezes fico acanhada numa situação porque pensei demasiado nela e depois não uso os discursos que a mente criou. Acho que é geral, as vezes temos uma queda para pensar o pior. Imaginar a pior situação. Fazer filmes mais elaborados que um realizador de cinema. 
Nestas situações tento usar uma estratégia que vim a saber que foi estudada 'Pensamentos Coloridos' e é real. Uso, mas não sabia que usava. Não vou explicar o que realmente aprendi nas aulas mas é o que eu gosto de chamar 'ver o lado positivo da coisa' com uma pitada de 'não vás por aí que já aprendeste que é estúpido'. Consiste em perceber o que senti, o que me levou a sentir isso, abrir os olhos e observar a realidade fora do crânio, ver o lado positivo, criar estratégia para lidar com a situação e refletir para que na próxima não cair de novo do erro de stressar pelo mesmo motivo. Pequenas coisas que me incomodavam deixaram de incomodar, desde atitudes que possam ter comigo que antes levava a mal e passada dias a pensar nisso ou pensamentos de tristeza por algo mau ter acontecido. Preciso de passar pela tristeza e pelo stresse mas não quero o habito de ficar lá encalhada, há mais para viver. Aliás a mente, nem sempre é o consciente. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motivação, Frustração e Conflito.

A motivação é o que leva o sujeito a agir,  a iniciar um ação, continuar ou acabar. É o motor de todos os nossos comportamentos. As atitudes e os comportamentos são determinados pela motivação. Isto é um processo dinâmico, há que ter em conta as diferenças individuais e os motivos que regem as ações das pessoas. Vem da necessidade, da carência e da ausência de, do estado interno da pessoa que resulta dessa necessidade, do impulso que serve para satisfazer as necessidades fisiológicas básicas (como comer, beber, dormir) e do instinto (padrões de comportamento hereditários). A motivação vária com o contexto, tarefa, a orientação e a intensidade. Tem factores intrínsecos (características interiores do individuo) e extrínsecos (ambiente, como frio e sol). Os extrínsecos podem ser factores do acaso, ou seja não planeados ou factores contingentes (previsíveis). Podem ainda ser individuais (relacionados com a sobrevivência não aprendida) ou sociais (aprendidos através das interacções sociai…

Retrato da semana #2

Imagem retirada: Facebook - Cifras

Apenas conversar.

Hoje vim contar-vos um pouco da minha forma estranha de ser. Conheço algumas pessoas com estar forma de viver no mundo e confesso que tenho alguma dificuldade em lidar com elas por serem tão parecidas comigo, com as outras também, mas pronto. Chamo-lhe síndrome da escassez de palavras. Tenho dificuldade em falar com pessoas que falem muito e não sabem ouvir. Gente que gosta muito de falar, que tem assunto sobre tudo, mas só se quer fazer ouvir. Acabo por olhar para o horizonte e responder com poucas palavras monossilábicas. Algumas fazem-me sentir que o que estou a fizer não tem interesse nenhum. Se eu tento criar assunto com alguém e recebo desprezo vou deixar de ter vontade de interagir e comunicar com essa pessoa. Por vezes, tenho alguma vergonha de me mostrar, dá-me para medir as palavras, por não saber exactamente ideia que a pessoa tem de mim ou simplesmente por achar que essa pessoa tem uma ideia errada acerca deste ser, não me sinto à vontade com a pessoa e só me apetece fugi…