Pular para o conteúdo principal

Tag: Divertida

Oi :) estive cerca de alguns conjuntos de segundos a procura de uma Tag que ainda não tenha respondido e esta surgir na segunda pagina de procura do google. Obrigada google e a menina que criou a Tag. Sintam-se à vontade para responder também.

Se fosse um mês... 
Seria Fevereiro, ambos somos pequeninos e temos orgulho no destaque disso :)

Se fosse um dia da semana... 
O meu cérebro está a responder-me segunda. Não sei bem porquê, mas pronto. 

Se fosse uma estação do ano...
Facílimo, Inverno mas com sol. Adoro o frio do inverno com o sol a brilhar no céu. 

Se fosse um planeta...
Marte. Não consigo encontrar analogias para isto. Talvez porque é tão próximo e é tão difícil saber coisas sobre ele. 

Se fosse uma direcção...
Norte, porque sou do Norte carago. Ok Catarina. 

Se fosse um móvel...
Um sofá. Não me perguntem porquê, até porque não gosto de ter pessoas em cima de mim.

Se fosse um pecado...
Preguiça. Já sou :) 

Se fosse um sentido...
Tato. Adoro tocar nas coisas. Sentir as formas e relevos. 

Se fosse uma pedra...
A minha cultura nisto é escassa. Aulas de geologia a funcionar por favor. Quartzo é giro. O resistente. 

Se fosse uma planta...
Videira, só porque adoro uvas. 

Se fosse uma flor...
Túlipa, porque tenho um carinho especial. Recebi um ramo de flores de tulipas (antes já gostava, mas passei a gostar mais). 

Se fosse um clima...
Ameno. O meio termo da situação. 

Se fosse um prato...
Um belo prato de bifanas com batatas fritas. Sou fascinada. 

Se fosse um instrumento musical...
Piano, para passar tempo a ouvir as mais variadas composições musicas. 

Se fosse um elemento...
Água, é a maior maravilha do mundo.

Se fosse uma cor...
Ando na onda do branco. 

Se fosse um animal...
Um passarinho e mais não digo :) 

Se fosse um som...
O som do mar. É tão bom para refletir. 

Se fosse um sentimento...
Amor. Gostava de ser mais carinhosa. 

Se fosse um lugar...
Aveiro, tenho um fascínio por aquele sitio. 

Se fosse um sabor...
Salgado. 

Se fosse uma parte do corpo...
Olhos. É onde vez o interior das pessoas. 

Se fosse um número...
6, sem explicação amigos.

Se fosse um símbolo...
O símbolo do caçador de sonhos. 

Se fosse uma música...
Uma que provocasse dança, movimento, alegria. 

Terminou !! (: Espero que tenham gostado, beijinhos e até à próxima. 








Comentários

  1. Quando era mais nova fiz esta TAG num papel, ainda deve andar por aí espalhada :')


    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Motivação, Frustração e Conflito.

A motivação é o que leva o sujeito a agir,  a iniciar um ação, continuar ou acabar. É o motor de todos os nossos comportamentos. As atitudes e os comportamentos são determinados pela motivação. Isto é um processo dinâmico, há que ter em conta as diferenças individuais e os motivos que regem as ações das pessoas. Vem da necessidade, da carência e da ausência de, do estado interno da pessoa que resulta dessa necessidade, do impulso que serve para satisfazer as necessidades fisiológicas básicas (como comer, beber, dormir) e do instinto (padrões de comportamento hereditários). A motivação vária com o contexto, tarefa, a orientação e a intensidade. Tem factores intrínsecos (características interiores do individuo) e extrínsecos (ambiente, como frio e sol). Os extrínsecos podem ser factores do acaso, ou seja não planeados ou factores contingentes (previsíveis). Podem ainda ser individuais (relacionados com a sobrevivência não aprendida) ou sociais (aprendidos através das interacções sociai…

Retrato da semana #2

Imagem retirada: Facebook - Cifras

Apenas conversar.

Hoje vim contar-vos um pouco da minha forma estranha de ser. Conheço algumas pessoas com estar forma de viver no mundo e confesso que tenho alguma dificuldade em lidar com elas por serem tão parecidas comigo, com as outras também, mas pronto. Chamo-lhe síndrome da escassez de palavras. Tenho dificuldade em falar com pessoas que falem muito e não sabem ouvir. Gente que gosta muito de falar, que tem assunto sobre tudo, mas só se quer fazer ouvir. Acabo por olhar para o horizonte e responder com poucas palavras monossilábicas. Algumas fazem-me sentir que o que estou a fizer não tem interesse nenhum. Se eu tento criar assunto com alguém e recebo desprezo vou deixar de ter vontade de interagir e comunicar com essa pessoa. Por vezes, tenho alguma vergonha de me mostrar, dá-me para medir as palavras, por não saber exactamente ideia que a pessoa tem de mim ou simplesmente por achar que essa pessoa tem uma ideia errada acerca deste ser, não me sinto à vontade com a pessoa e só me apetece fugi…